“Igor Kannário é um marginal”, repudia Comandante da PM BA sobre atitude de cantor no Carnaval de Salvador

Em entrevista coletiva nesta quarta (14), o comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, afirmou que o cantor/vereador Igor Kannário “é um marginal” e repudiou a atitude do artista durante apresentação no circuito do Campo Grande, onde “incitou a população contra a polícia”. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra equipes da PM dispersando supostos brigões.

Ainda de acordo com o site De Olho News, “quando a Polícia chegou já estava a briga generalizada. Infelizmente, ele é um marginal, já prendemos ele várias vezes e ele responde vários processos. Eu fico chateado quando vejo uma pessoa dando espaço a uma pessoa daquela, que só quer denegrir a imagem da corporação. A massa que acompanha ele estimula (a violência) e ele estimula essa massa. Tanto que ele não colabora com a Polícia. Não pede calma e tranquilidade como Bell faz, como Leo Santana faz”, criticou.

O comandante geral da PM também elogiou o vídeo feito pelo cabo PM Ivan Leite, da 14 CIPM, compartilhado nas redes sociais. “O texto do cabo foi muito bom. Inclusive, convidamos o cabo para trabalhar no nosso Departamento de Comunicação Social. As declarações do cabo nos representa”, finalizou Brandão.

Cabo PM Ivan Leite, da 14ª CIPM rebate críticas de ator global e Igor Kanário

Cabo PM Ivan Leite, da 14ª CIPM rebate críticas de ator global e Igor Kanário

Posted by DEOLHO NEWS on Wednesday, February 14, 2018

E as críticas não ficaram somente pela PM. De acordo com informações do site Metro 1, o secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP), Maurício Barbosa, também mandou seu recado para o cantor Igor Kannário – que durante o carnaval criticou a atuação das polícia militar e civil. Depois do comandante geral da PM chamar o cantor – vereador de “marginal” e lembrar das passagens criminais dele, Barbosa pediu respeito à corporação.“Eu vi um vídeo que foi divulgado logo após [a passagem do cantor pelo Campo Grande] e aparece só a PM e dizendo que teve excesso. Quero dizer a ele que respeite a polícia, a polícia que é a melhor do Brasil. [É dando respeito que recebemos respeito. Não aceitamos qualquer tipo de ilação. Não estamos perdoando qualquer excesso da PM, mas não vamos aceitar desmoralização”, afirmou.

Segundo Barbosa, outros artistas arrastam público com o perfil parecido dos seguidores de Kannário e a confusão “é menor”. “ Temos bandas que chamam o mesmo público desse cantor e não tem tanta confusão. Queremos pessoas sensatas conduzindo nossos foliões”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *