Ilhéus: Polícia mata líder de quadrilha de roubo a carros-fortes

Escondido na cidade de Ilhéus, no Sul da Bahia, Ulisses Rubens Almeida Silva, 34 anos, foi morto em confronto com a polícia na tarde de terça-feira (5). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Ulisses era líder de uma quadrilha especializada em roubar carros-fortes. 

A SSP-BA informou que o bando de Ulisses vinha agindo em Salvador desde o ano passado e é responsável pelas ações no Shopping Itaigara (12/03/18),  Extra Vasco da Gama (2/10/18), Salvador Shopping (13/11/18) , Caixa Periperi (8/01/19) e Bradesco da Fazenda Grande do Retiro.  
Na semana passada, os outros cinco integrantes da quadrilha foram presos e outro foi morto também em confronto com a polícia. Na última ação, na Fazenda Grande do Retiro, o grupo teria a pretensão de roubar  R$ 600 mil do carro-forte durante o abastecimento de caixas eletrônicos da agência do Bradesco do bairro. No entanto, a ação foi frustada por seguranças do veículo blindado. 

A SSP-BA informou que Ulisses foi morto em ação da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira.

“Depois do último caso ele fugiu para a cidade de Ilhéus. Uma denúncia anônima guiou os militares da Cipe Cacaueira até um local usado pelo criminoso. Ele foi cercado e atirou durante fuga por um matagal. Ulisses acabou ferido, chegou a ser socorrido para o Hospital Costa do Cacau, mas não resistiu. Com ele foram apreendidos uma pistola calibre 9 mm (uso restrito), carregador, munições e um documento de identidade falso”, afirmou a SSP-BA, em nota. 

A SSP-BA destacou que Ulisses tinha mandado de prisão em aberto por homicídio e também por venda de entorpecentes.

Maria Clara Santos Silva Xavier, esposa de Ulisses, de acordo com a SSP-BA, também estava no local, mas não revidou e terminou presa. Com ela foram apreendidos 2 kg de maconha em tabletes e um veículo modelo Sportage, placa JRM-8058.

De acordo com a SSP-BA, a quadrilha foi totalmente desarticulada. Dos seis integrantes, quatro foram presos e apresentados em coletiva e dois mortos em confrontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.