Brasil: Pesquisa aponta que brasileiros acham que os “direitos humanos defendem bandidos”

Uma pesquisa do Instituto Ipsos revela que dois em cada três brasileiros acham que os “direitos humanos defendem mais os bandidos”. O levantamento ouviu 1200 pessoas, em 72 municípios, nas cinco regiões do país; 66% dos entrevistados disseram que os direitos humanos defendem mais os bandidos, enquanto 20% acham que as maiores beneficiadas são as vítimas; 14% não souberam responder.

Mesmo assim, quando perguntados sobre a posição pessoal em relação ao tema; 63% dos entrevistados afirmam ser favoráveis ao conceito de direitos humanos e só 21% se dizem contra. Nesse caso, 16% escolheram não responder.

A pesquisa também pediu que os entrevistados falassem sobre a inclinação política dos direitos humanos; 35% disseram que o tema está mais ligado aos partidos de esquerda e 16%, escolheram partidos de direita; 49% não responderam.

Outro tópico abordado no levantamento foi o caso Marielle Franco; 61% dos brasileiros concordam que a morte da vereadora está relacionada à atuação política dela, enquanto 17% acham que é resultado da violência no Rio de Janeiro e 21% não opinaram.

Apesar do predomínio dessa percepção de que foi um crime político, uma parcela significativa dos entrevistados, 44%, acha que o assassinato de Marielle foi “mais discutido do que deveria” ou “muito mais discutido do que deveria”.

A pesquisa também revela um desconhecimento sobre a aplicação dos direitos humanos no país. Enquanto 94% dos entrevistadores responderam que já ouviram falar sobre eles, 50% admitem que precisam conhecer melhor a questão.

*Créditos: Site de noticias Jovem Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *