Fábrica de calçados demonstra interesse de abrir unidade…em Aurelino Leal

Pensando no desenvolvimento socioeconômico de Aurelino Leal (distante 103 km de Ilhéus), a prefeita Liu Andrade (PP) esteve na última quinta-feira (25) acompanhada de seu irmão,  Raimundinho da JR na cidade de Tancredo Neves (cidade que fica na região conhecida como “Costa do Dendê” e distante 142 km da sede do municipio de Aurelino Leal),  em busca de investimentos e empresas interessadas em expandir seus mercados na região sul da Bahia,  sobretudo em Aurelino Leal.

Raimundinho da JR levou a gestora municipal para conhecer a indústria do ramo calçadista Firezzi que que tem a intenção de abrir outras filiais na Bahia. A marca vem se consolidando-se como lançadora de tendências por meio de um histórico de inovações. Suas coleções reforçam a exclusividade de sua cartela de produtos como uma das principais marcas da atualidade.

Raimudinho JR (esq), representante da Firezzi (centro) e prefeita Liu Andrade (à direita)

De acordo com informações retiradas do próprio site da fábrica, “localizada em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, a matriz da empresa conta com unidades produtivas nas cidades de Tancredo Neves e Muritiba, na Bahia. A produção de calçados chega a um milhão de pares por ano, desenvolvidos através de modernas tecnologias, pesquisas de moda e qualificação constante dos seus 500 colaboradores, e distribuídos em todo o Brasil e América Latina“. A marca existe há 30 anos.

Na oportunidade a prefeita acompanhada de Raimundinho da JR, conheceu detalhes da confecção dos calçados ao lado do empresário e proprietário da indústria que se mostrou interessado em conhecer o município de Aurelino Leal e analisar lugares apropriados para uma futura implantação de mais uma filial da Firezzi.

Segundo Raimundinho da JR a intenção de ter levado a gestora para conhecer a fábrica é a geração de empregos em Aurelino Leal “Nosso sonho é levar para Aurelino Leal terra que eu nasci uma fábrica para empregar nosso povo e hoje estamos dando os primeiros passos para que esse sonho se torne uma realidade e continuarei ao lado de minha irmã Liu, na luta para levar mais desenvolvimento, emprego e renda a nossa gente”, expressou Raimundinho da JR.

Ilhéus tem a promessa ainda não confirmada da Assai Atacadista, que foi matéria recente no Ilhéus em Pauta e as negociações sobre a instalação da ZPE na cidade são as únicas noticias em se tratando de atrair indústrias e geração de emprego e renda na cidade em 1 ano de gestão da atual prefeitura. Para por exemplo o Assai sair do papel, depende de liberação ambiental por parte do INEMA para se seguir adiante. Desde o anuncio em junho do ano passado até o presente momento, já se passaram sete meses, sem nenhuma informação nova.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.