Comédia “Precisamos falar de amor sem dizer eu te amo” em cartaz em Ilhéus, dias 27 e 28 por Secom

A comédia romântica “Precisamos falar de amor sem dizer eu te amo” estará em cartaz no dia 27 de outubro, às 20h30min, e no dia 28, às 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus. Protagonizado pelos atores Priscilla Fantin e Bruno Lopes, o espetáculo conta a história de Bento, um viúvo que cria sua filha sozinho e tenta carreira na internet, que conhece Pilar, uma guarda de trânsito. Com personalidades opostas eles se sentem atraídos e descobrem que o amor pode transformar suas vidas.

A comédia romântica, escrita por Wagner D’Ávila, teve estreia nacional em julho deste ano, na Casa da Ópera, em Ouro Preto, e também em Maputo, capital de Moçambique. O espetáculo é itinerante e roda o Brasil e desenvolve ações sociais em todas as cidades que passa. O Instituto Hakumana cuida de cerca de 370 pessoas que formam 150 crianças e 100 famílias. O ingresso custa R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia) e pode ser adquirido na Ilhéus Eventos e loja Nutrios.

Priscila Fantin conta que recebeu convite do CCBM para fazer leitura com renda revertida para o Centro Hakumana, que atende pessoas com HIV em situação de extrema pobreza. “A partir daí, resolvemos trazer essa ideia para o Brasil”.  Já Bruno Lopes afirma: “produzimos e dirigimos juntos essa peça teatral que fala sobre amor. Continuaremos o trabalho social porque acreditamos que o amor está nas ações e não nas palavras, como o título bem diz”.

Como ator, Bruno Lopes atuou em espetáculos teatrais como “Cinderela, o musical” (texto de José Wilker e direção de Eduardo Martini), “Proibido para maiores” (de Moisés Bittencourt e direção de Fernando Gomes), “O encontro das águas” (texto de Sérgio Roveri e direção de Luiz Valcazaras), dentre outros. E na TV fez novelas no SBT, a exemplo de “Amigas e rivais”, “Chiquititas” e “Carinha de anjo”.

Já Priscila Fantin é atriz, dubladora e produtora. Iniciou a carreira artística na Rede Globo, em 1999. Participou de 10 novelas e duas séries, além de programas de entretenimento. Sua última participação em novela aconteceu em “Êta mundo bom”, em 2016. No cinema, atuou no filme “Jogo de xadrez”, com o qual ganhou o prêmio de melhor atriz no VI Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa e no 48th WorldFest Houston International Film Festival. Sua carreira teatral começou em 2005, atuando em “O herdeiro milionário”. Depois, atuou nos espetáculos “Vergonha dos pés”, “A marca do Zorro”, “A entrevista”, “Por isso, eu fui embora” e “Além do que os nossos olhos registram.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.