As consequências do apagão em Ilhéus.

Como já noticiado aqui no Ilhéus em Pauta, após o apagão decorrido na tarde e a noite de ontem (22), uma série de eventos paralelos a esse ocorreram nos 14 estados da federação (norte e nordeste em especial). Ilhéus, uma das 350 cidades atingidas pelo apagão, não foi diferente.

A cidade sofreu com os efeitos do apagão, inesperado, e originado segundo informações de diversos sites e confirmado em entrevista coletiva no início da noite desta quarta, o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata Ferreira, disse que a falha ocorreu em um disjuntor na subestação Xingu, no Pará. As demais cidades como Teixeira de Freitas, Eunápolis e Porto Seguro, no extremo sul, ficaram cerca de 50 minutos sem energia. Itabuna ficou cerca de 40 minutos. Já em Ilhéus, bairros como Centro e zona norte da cidade ficaram até 6 horas com o fornecimento de energia interrompido.

O comércio sentiu de imediato o “baque”, onde comerciantes e seus funcionários ficaram à porta de seus estabelecimentos, em expectativa, e á proporção que a noite ia chegando, os mesmos começaram a fechar suas portas e liberar para as casas os seus colaboradores.

Comercio sentiu os efeitos do apagão que tiveram que fechar suas portas antes do previsto. (Foto: Acervo IEP)

Com a dispensa dos colaboradores e fechamento antecipado do comercio, os pontos de ônibus ficaram lotados e o trânsito ficou complicado, mesmo com os novos semáforos instalados pela Prefeitura, pelo menos os do Centro da cidade, estarem operacionais. A 68a Cia PM, ciente do fato, destacou policiais para a área, garantindo a segurança e fazendo rondas nos arredores.

À noite, transito ficou complicado na volta pra casa, resultado direto dos efeitos do apagão. (Foto: Acervo IEP)

Por volta das 17 horas, os bairros Teotônio Vilela, na zona oeste, o Alto da Boa Vista e Pacheco, no Centro, e a zona sul, já tinham retornado com o fornecimento de energia, mas o Centro, Conquista, Cidade Nova e todos os bairros da zona norte, salvo estabelecimentos que possuíam grupos geradores, esses tiveram que aguardar até as 21 horas, seis horas depois do ocorrido. Vinte minutos após, na cidade toda houve nova queda de de energia que foi restabelecido pouco tempo depois.

Não há informações de incidentes ou acidentes por conta da falta energia no centro e arredores, porém, na Avenida Canavieiras, no ponto de ônibus próximo a Igreja Assembleia de Deus, um ônibus da Empresa Rota que faz a linha Ilhéus X Itabuna, foi assaltado por um indivíduo, que simulou o embarque e praticou a ação, segundo informações. O Ilhéus em Pauta manteve contato com o setor responsável e o assalto foi confirmado pela empresa. Motorista teve apenas perdas materiais, sem agressão. Um assaltante fez a ação. É a terceira ocorrência nessa semana no mesmo local, onde pessoas tem seus pertences roubados em ações rápidas de assaltantes. Em contato com a 68 Cia PM, responsável pelo patrulhamento da área, informam que “estamos com nossos agentes de área atuando em conjunto com as guarnições de serviço monitorando os pontos de ônibus e realizando abordagens”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.