Assai Atacadista: 10 meses e promessa do Governo tem ares de sonho distante.

Grupo Assai Atacadista, que atualmente tem 127 lojas espalhadas pelo Brasil, está presente em 16 estados e anualmente atende a mais de  120 milhões de clientes. Em junho de 2017, como já noticiado no Ilhéus em Pauta, durante o anuncio feito em junho de 2017, durante as comemorações do Dia da Cidade, o prefeito Mário Alexandre (PSD) foi até a sede do Grupo em Tatuapé – SP consolidar a vinda do empreendimento e se reuniu com o presidente e diretores.

Pois é, seria. Após 10 meses de feito anuncio, nada de concreto foi formalizado e nada mais foi noticiado a respeito, o que gera ares de que a promessa de 300 empregos diretos prometidos não passe de apenas uma tentativa. Salvo, claro, se formos surpreendidos com uma noticia vindo do executivo municipal, órgãos envolvidos ou quem sabe, do próprio Grupo Assaí. O investimento seria da ordem de R$ 40 milhões de reais e geraria 300 empregos diretos para a cidade, o que de fato, na época, seria uma ótima noticia. Mas pelo horizonte sombrio sobre o fato, fica mais perguintas que respostas.

O Ilhéus em Pauta mais uma vez tentou contato com a Secom Ilhéus, O INEMA, a assessoria de imprensa do Grupo Assai e a Superintendência de Meio Ambiente, vinculado a SEPLANDES Ilhéus por e-mail, telefone e redes sociais  para colhermos informações atualizadas sobre o que ocorre até e fechamento dessa matéria, mas só tivemos sorte dessa vez com o SEPLANDES, onde o vice-prefeito Jose Nazal é o responsável pela pasta. Em 2 de abril, por e-mail, ele nos respondeu: “estive com o engenheiro responsável na sexta-feira passada(30/03)e ele me informou que aguarda apenas a publicação da Nota Técnica para liberação da ASV ser publicada no Diário Oficial”, porém não nos deu uma data precisa que quando e como será esse tão aguardado anuncio. Mas em uma coisa reforçamos a nossa constatação: Não houve mais nenhum anuncio sobre novos investimentos que gerassem emprego e renda de forma permanente na cidade e dados oficiais já informados pelo IEP sobre o mercado de trabalho  no município são alarmantes e causam preocupação.

O poder público através de seus representantes, tem espaço garantido no site para dar esclarecimentos ou demandas, se julgar necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *