Reunião em ilheus definirá os representantes da cacauicultura

Com data marcada para 18/04 (quarta-feira) às 09:00 hs, na Associação Comercial de Ilhéus, o Grupo Político do Cacau, através do coordenador Milton Andrade, convida todos os participantes e interessados a comparecer ao evento. O objetivo principal do encontro refere-se ao cadastramento dos nomes dos candidatos, para que sejam submetidos à aprovação dos produtores e entidades ligadas ao cacau do sul da Bahia para disputar os pleitos federal e estadual. Na oportunidade, também será realizado o mapeamento dos dados eleitorais de toda a região.  Dirigentes do grupo reforçam que a reunião será de extrema importância e apelam aos produtores que compareçam em massa (*).  

Um dos que marcarão presença ao evento será João Barros Brasil, pré candidato a deputado federal pelo PSL e já chamado por muitos por “João Bolsonaro”,  concedeu uma rápida entrevista ao Ilhéus em Pauta e pontou esse momento importante para a cidade e consequentemente  para o estado: “A região cacaueira foi campo de provas e experiências do PT, aqui aconteceu s “Vassoura de Bruxa” caso de terrorismo Biológico investigado pela PF e os primeiros casos de invasões de terras pelo MST e “índios”. Estimam que a Bahia seja hoje a grande fonte de renda do PT, que tem os investigados Rui Costa e Jaques Wagner suas grandes lideranças Estaduais, governador e ex-governador. A região sul da Bahia que já foi a maior arrecadadora do estado, hoje enfrenta séria crise pela queda da produção e endividamento por políticas erradas induzidas pelo governo que obrigou os agricultores a “decepar” os pés de cacau como condicionante para empréstimos. Agora existe um grupo de cacauicultores em amplo crescimento disposto a ir contra o PT e governo de esquerda que tanto tem feito mal a Região. João Barros é Advogado especialista em Direito Ambiental e proprietário de fazenda de cacau.” – relatou.

(*) Até esse ponto, com informações do site Mercado do Cacau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.