4a. Copa Gandu Fight de Jiu Jitsu será em 22 de outubro; Mais de 400 atletas são aguardados para os combates

Estão sendo aguardados mais de 400 atletas de Jiu Jitsu para a 4a. edição da Copa Gandu Fight de Jiu Jitsu, que será realizado na mesma cidade, no dia 22 de outubro próximo, a partir das 9 horas, no Ginásio de Esportes Osvaldo Souza. O evento com a supervisão da ZMT, Equipe muito conceituada e focada no MMA e claro Jiu Jitsu, tem à frente na sua unidade de Gandu o Sensei Luciano Alves, Faixa Preta da equipe.

Gandu, cidade situada a 160km de Ilhéus, fica na área conhecida como Baixo Sul,  e antigamente era habitat natural de jacarés da espécie Guandus, que viviam no de mesmo nome  e nas lagoas da época, por isso a inspiração do nome atual da nossa cidade. Tanto que a bandeira da cidade tem como símbolo um jacaré. Já o nome Gandu veio do tupi candua ou candu = (Caa = ‘mato’+ u = ‘rio’), (o ü que o luso atolado transformou em y = ‘rio’), isto é, “caaú”, eufonicamente “candu ou gandu” que significa ‘rio do mato’. Tem sua pedra fundamental lançada em 1903 e alcançou o status de cidade em 28 de julho de 1958.

Hoje, sua economia é baseada no comercio e a cultura do cacau, e os jacarés desapareceram. E no lugar dessas feras, surgiram outras, agora do Jiu Jitsu, e Copa Gandu que existe desde 2016,  se consolidou como uma ótima opção de campeonato. A cidade fica estrategicamente localizada as margens da BR-101 e facilita para que quem vem da Capital, Recôncavo Baiano, Sudoeste e Sul do Estado, além das cidades da Costa do Dendê, que também ficam próximas, que podem convergir pelos vários acessos via estradas e BR´s para o local.

As premiações continuam atraentes para todas as faixas, sendo a faixa preta, na categoria absoluto, o que enche mais os olhos e é onde as disputas prometem ser acirradas. Kimonos, brindes e R$ 3 mil reais em prêmios serão distribuídos nas categorias, desde a infantil até o adulto, além das cobiçadas medalhas.

O Ilhéus em Pauta fez contato com o Sensei Luciano Alves, faixa preta da ZMT Gandu e ele nos concedeu uma rápida entrevista e suas expectativas sobre o torneio: “A 4a. edição do Gandu Fight de Jiu Jitsu está consolidada como um dos grandes campeonatos da região. Vários atletas vem aderindo, até porque priorizamos mais os atletas e sua qualidade técnica, porque treinam  duro para eventos como esse e não podemos deixar a desejar. Viramos referência. Outra coisa também é a sua premiação diferenciada, que na Bahia são poucos campeonatos que fazem. Estamos nos empenhando para que a organização e qualidade fiquem melhores a cada evento, e nossas expectativas são as melhores possíveis. Mais de 400 atletas são esperados nesse dia, e nossa ambição é que ele se torne um dos torneios de maior participação e aceitação do Estado. No mais é aguardar boas lutas e o espetáculo que é o Jiu Jitsu” – conclui o Sensei, ilheense de nascimento, mas filho mais que adotado por Gandu.

De fato, ele fala com propriedade no assunto. A ideia original em 2016 era de fato ambiciosa, e apesar das dificuldades e contratempos, alcançou em pouco tempo a maturidade e tudo, até os mínimos detalhes, são levados a sério. Ele tem ciência da responsabilidade. Responsabilidade essa também no caráter social. Além do valor da inscrição (R$ 50 categoria + R$ 30 no absoluto) vem obrigatoriamente acompanhado de 1kg de alimento, que serão doados ao final do evento, a instituições carentes do município. Maiores informações sobre como inscrever é através do cartaz de divulgação na parte de cima da matéria.

#sóoJiuJitsusalva

 

 

Mário Cardoso

43 anos, Graduando em Letras pela Universidade Estadual de Santa Cruz, colaborador deste site, administrador dos grupos Ilhéus Empregos e Classificados Ilhéus X Itabuna no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *