Enfermeiros e sindicato da categoria fazem ato em defesa de profissional filmado em hospital de Itabuna

Nesta quarta-feira (18) pela parte da manhã, o Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia (SEBB) realizou uma ato em Itabuna em defesa do enfermeiro Dino César, mais conhecido como Dino, que foi filmado em um hospital de Itabuna por familiares de uma senhora que passava mal na emergência, e teve o vídeo divulgado na última segunda-feira (16) e teve repercussão na mídia, tanto que em apenas um deles, teve mais de 3 mil visualizações.

Segundo informações do sindicato, foi enviada uma delegada sindical responsável pela região para acompanhar todo o processo administrativo. O sindicato também disponibilizará orientação jurídica ao trabalhador envolvido.

Colegas de trabalho do servidor fizeram um ato em defesa do enfermeiro na manhã de hoje (18) em Itabuna. (Foto: Whatsapp)

As imagens feitas pelo filho da senhora que estava  passando mal com principio de infarto, mostram, segundo o filho relata, que o enfermeiro negligenciou o atendimento, não fez a triagem,  o que o enfermeiro nega o fato,  e que estava ao celular, o que durante toda a exibição da filmagem, não foi possível verificar.

Em nota enviada à imprensa, o sindicato informou que “Em tempos em que as redes sociais se transformam em uma espécie de ‘tribunal da verdade’, onde os pré-julgamentos nos impedem de ouvir todos os envolvidos numa determinada situação, o SEEB se manifesta contra o ataque virtual precipitado e difamatório que vem sendo feito por parte de muitos usuários a esse trabalhador”.

“Lembramos que é necessária a apuração de todos os fatos, a concessão do espaço de fala a todos os envolvidos e que seja salvaguardado o direito constitucional a ampla defesa que é garantida a qualquer cidadão. O SEEB segue acompanhando o caso e aguarda que todos os fatos sejam esclarecidos de forma justa e sensata”, afirmou a representação sindical.

A principio, a direção do hospital afastou o profissional para apurar os fatos. Informações dão conta que a história não é bem assim como se relata e as imagens não mostram a totalidade dos fatos que ocorreram, segundo o acusado e colegas de profissão. Ainda, segundo a direção do hospital, em reportagem  cedida ao BATV da TV  Santa Cruz, caso os fatos se confirmem, pode correr o risco do servidor ser exonerado do cargo. Nas redes sociais, principalmente no Facebook , colegas do profissional partiram em defesa do colega.

O espaço do Ilhéus em Pauta estará sempre disponível para contra-argumentação, se a outra parte achar necessário.

*Atualizado às 15:33 hrs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.