Grupo Mulheres em Domínio Público promove rifa para gravar releituras de cantigas regionais

Cantigas entoadas por lavadeiras, marisqueiras e trabalhadores de roças sulbaianas são a primeira investida das Mulheres em Domínio Público (MDP), grupo musical de Ilhéus que realiza releituras de músicas de domínio público. A banda promove uma rifa para angariar recursos a fim de finalizar a gravação do primeiro EP, o que vai permitir ao grande público acessar as plataformas digitais e escutar as músicas apresentadas há cinco anos na região. Nesta primeira gravação, o grupo vai registrar parte do cancioneiro regional com um toque de contemporaneidade, por meio de uma roupagem musical rica em diversidade de ritmos.

As cantigas são interpretadas por Cris Passos, Geisa Pena, Ingrid Luíse e Tacila Mendes. A banda é formada por mais quatro músicos atuantes na cena musical da região e unidos por interesse em pesquisas sonoras dessa natureza – Marcelo Santana, Danilo Ornelas, Lula Soares Lopes e Igor Rodrigues.

O EP terá ainda a participação da ex-lavadeira de 83 anos e principal fonte de pesquisa deste trabalho, Valderez Teixeira, moradora do Salobrinho, mais conhecida como Dona Val.

Foto – Natali Yamas

Os shows de estreia da banda tiveram apoio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), por meio do edital Calendário das Artes, e reuniram mais de 1000 pessoas nas praças Pedro Mattos e Maramata. De lá para cá, o grupo já se apresentou em diversas ocasiões como na abertura do show de Caetano Veloso no centenário de Jorge Amado; a abertura do show de Raymundo Sodré, no Festival de Culturas Populares de Ilhéus; no Projeto Seis e Meia e no Festival Literário de Ilhéus.

“Com a rifa, é possível reverter os valores investidos pelos compradores direto no processo de gravação, que tem sido realizado por etapas, na medida em que os bilhetes são vendidos”, explica a produção do grupo. Até o momento, já foi realizada parte da captação dos instrumentos e vozes. Para finalizar o EP são necessárias edição, masterização e mixagem das músicas, além do processo de promoção do grupo e a disponibilização em plataformas digitais.

Buscando reunir parceiros da região, a rifa terá como prêmios produtos como a cerveja artesanal Cacauêra, dos chocolates Maltez e Coroa Azul, a Lavigne Brasil, o Spa de Sobrancelhas e o artista AyamU’Brais, que vai confeccionar um desenho o(a) vencedor(a).

Os bilhetes custam R$10 e podem ser adquiridos na Barrakítika, Livraria Papirus, Loja Wense e com a produção do grupo. O sorteio será pela Loteria Federal, dia 15 de janeiro de 2018. Interessados também podem realizar doações de outros valores. Acesse mais informações emfacebook.com/mulheresemdominiopublico, no Instagram @mulheresemdominiopublico, ou entre em contato pelomulheresemdominiopublico@gmail.com ou pelo (73) 99107-7999 (VejoArte Produções).

Por: Vejo Arte Soluções Culturais 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.