O destino do Regional: Secretaria de Saúde de Ilhéus lança nota de esclarecimento

Diante da inauguração do Hospital Costa do Cacau, previsto para 15 de dezembro, cresceu entre os servidores do Hospital Regional Luiz Viana Filho (o Regional, como é mais conhecido), a preocupação e a incerteza ( relembre aqui) em saber o destino deles, uma vez que há um projeto de municipalizar o local e transforma-lo em maternidade infantil. Contudo, a Secretaria de Saude do Municipal de Ilhéus (Sesau) publicou Nota de Esclarecimento à população e servidores do hospital sobre as medidas e possíveis destinações que se seguem. Leia abaixo, o comunicado na íntegra:

Em virtude de ansiedade que se acomete sobre os colaboradores do Hospital Luiz Viana Filho, mais conhecido como Hospital Regional, a secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, vem a público informar e esclarecer:

a) para haver municipalização é preciso existir a finalização do processo, que nem sempre é ágil, por conta da parte financeira e alinhamento com o Governo do Estado;

b) a proposta inicial do Governo da Bahia é transferir todos os pacientes para o Hospital Costa do Cacau. Trata-se de unidade grande, de alta complexidade, voltado para os  atendimentos de urgência e emergência, o que significa englobar a população de Ilhéus e região cacaueira;

c) nesse contexto, o Hospital Luiz Viana Filho passa a ser uma unidade de saúde materno-Infantil;

d) no entanto, para tal passo ser dado, é necessário ser reformado para fazer a ambiência da maternidade, permanecendo a especialidade de pediatria no Município de Ilhéus e se inicia assim o processo de reestruturação do Hospital Regional para a formatação apta e exclusiva de maternidade, como a cidade carece e merece;

e) isso não acontecerá de maneira a não desassistir a população, como tem se divulgado de maneira atropelada pela imprensa e formadores de opinião da área de saúde;

f) então, os questionamentos dos próprios colaboradores do Hospital estão e serão respondidos e explicitados pela secretaria estadual de Saúde (Sesab), por meio de encontros e discussões que visam o entendimento e conhecimento do passo a passo das mudanças que serão empreendidas para colocar a saúde de Ilhéus em um patamar digno, com atendimento humanizado;

g) para isso ocorrer de forma mais ágil, a prefeitura de Ilhéus está se articulando quanto a ampliação da Rede Básica de Atenção, por meio de seleção de profissionais, desbloqueio do programa Mais Médicos na cidade e aumento da carga horária dos servidores;

h) todas essas ações resultam na adequação para o processo de mudança de atendimento assistencial do Hospital Luis Viana Filho;

i) não é o fechamento do Hospital Regional, mas a mudança assistencial. Ele passará a ter como funcionalidades a maternidade e pediatria, por isso a denominação de materno-infantil;

j) logo, as especialidades hoje atendidas na unidade localizada no bairro da Conquista passam a ser cobertas pela novo Hospital da Costa do Cacau, que inicia suas atividades a partir de 15 de dezembro

l) Os hospitais São José e Cocci estão  estimulados e preparados para atender as demandas de baixa complexidade,  emergência clínica e ortopédica. O atendimento pediátrico continuará no Hospital Regional até o início das reformas e seguirá  contratualizado  pelo município.

Ascom/ Sesau – Ilhéus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.