Operação Citrus Urgente: Cassado o mandato de Jamil Ocké

Foi anunciado nesta terça-feira (8), pelo presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Lukas Paiva, a cassação do mandato parlamentar de Jamil Ocké.
Ex-secretário de Desenvolvimento Social da cidade, ele foi eleito vereador no último pleito, em 2016, com 2.330 votos, sendo assim, o mais votado da eleição. Ele está preso na operação “Citrus” desde o dia 21 de março deste ano, sob a acusação de participar de desvios de dinheiro público.
De acordo com o Ministério Público, o valor estimado do rombo nos foi de 20 milhões de reais desde o ano de 2009 e a fraude se dava por meio de procedimentos licitatórios.
Quem assume o seu posto é Luiz Carlos Escuta, filiado ao mesmo partido (PP).
O objetivo da operação “Citrus” foi desarticular um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamentos em procedimentos licitatórios realizados pela prefeitura do município.
Jamil Ocké segue preso no presídio de Ilhéus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.