Projeto “Jiu Jitsu na Estrada” desembarca em Ilhéus nesta quinta (6)

O Jiu Jitsu de fato é uma Arte Marcial que agrega, que une as pessoas. E elas, das mais diferentes classes sociais e diferenças, se juntam em prol de um único objetivo: aprender, ser um norte na sua vida e na vida de outras pessoas, ser um exemplo a ser seguido.

Quase sempre associados ao esporte, tem os projetos sociais, onde crianças e pessoas em situação de vulnerabilidade são abraçadas e bem vindas a conhecer a arte marcial e gostando, ficam. Isso automaticamente os livra de situações lamentáveis e ainda existentes no nosso cotidiano, como a evasão escolar, conflitos familiares e violência.

E sobre esse mote e outros temas que vai desembarcar em Ilhéus nesta quinta feira (6) o Projeto “Jiu Jitsu na Estrada” (clique aqui e saiba mais sobre o projeto), onde um casal, a bordo de uma Kombi preparada para a aventura da vida deles, tem um plano ousado: conhecer o mundo em duas rodas e conhecer projetos sociais aliados ao Jiu Jitsu. E será Delariva Ilhéus, capitaneado pelo Sensei Tercio Arruda, o Magrão, a primeira parada. às 19 horas. no Jardim Pontal, zona sul da cidade.

Aline Bortolon e Jose Luis Follador (foto), idealizadores do Projeto Jiu Jitsu na Estrada (Imagem: Reprodução)

Formado pelo casal José Luis Follador e Aline Bortolon, segundo o site do projeto “Jiu Jitsu na Estrada nasceu de um sonho! Dar uma volta ao mundo mostrando histórias de superação de atletas, professores e crianças através do Jiu-Jitsu. Documentamos em vídeo histórias de superação de paratletas e projetos sociais de Jiu Jitsu, com o objetivo de inspirar outras pessoas a acreditar em um mundo melhor, inspirar pessoas com necessidades especiais a procurar o esporte, inspirar mestres a iniciar projetos sociais na sua comunidade e inspirar crianças a acreditar em um futuro melhor através do Jiu-Jitsu. Enfim, o Jiu-Jitsu na Estrada é uma grande corrente do bem. Viajamos na maior parte do tempo a bordo de uma Kombi, totalmente transformada em uma casa, que atende todas as nossas necessidades. Cozinhamos, trabalhamos e dormimos dentro da Kombi, é claro nem sempre podemos leva-la junto, já viajamos de avião, ônibus, trilha, balsa e a pé para buscar boas histórias”.

Eles já estiveram em Teixeira de Freitas e Porto Seguro, aqui na Bahia e desembarcam aqui em breve e além da visita do CT do “Magrão”, está previsto a visita ao Projeto Caboclo Guerreiro, de Olivença, no dia 15 de setembro, liderado pelo atleta de Jiu Jitsu João Gabriel Garcia, o “Pitupi”, em horário ainda a definir.

Em entrevista ao Ilhéus em Pauta, Gregory de Souza, faixa roxa e membro da Delariva Ilhéus, que gentilmente deu a “dica” sobre o Projeto, deu uma rápida entrevista sobre seu ponto de vista em relação a Arte Marcial:  “Todo esporte em si serve como pilar importante na formação de caráter de todo cidadão. Se tratando da arte marcial e do nosso esporte, o Jiu Jitsu, muda a vida do praticante pra uma melhora perceptível por todos à sua volta. Melhoramento físico, pois é um esporte de alta performance, melhoramento psíquico, pois eleva a autoestima e confiança.  O Jiu Jitsu como agregador de valores, é um ótimo professor. “O Jiu Jitsu salva” Oss!!” – mencionou.

Oss, forma reduzida da expressão japonesa “Onegai Shimassu” em tradução literal siginifica “perserverar sobre pressão”. Tanto o Projeto Jiu Jitsu na Estrada, como as academias que adotam o carater social em suas fileiras, veem no esporte uma saida para sentimentos como amizade, valor, carater, auto estima, resiliência e outros tantos. Eles perseveram e assim como na vida, seguem em frente.

*Com a colaboração de Gregory Souza, faixa roxa de Jiu Jitsu da Delariva Ilhéus

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.