Saúde: Há um ano, Posto Sara foi elevado à categoria de terreno baldio

Quando o assunto é saúde em Ilhéus, o tema é tratado com um nó na garganta, dado ser um tópico sensível à comunidade: Mortes às centenas, falta de atendimento, redução do número de unidades de saúde, independente de remanejamento ou reforma, falta de material, sucateamento da frota SAMU, negligencia médica, superlotação, omissão de socorro, perseguição à pacientes que exercem o seu único direito de pedir socorro a quem por obrigação deveria dar ajuda, denuncias sobre desvio de material para unidades sem uma explicação coerente, isso só para listar alguns.

Olha situação atual do Posto de Saúde do parque infantil,compartilhem!!

Posted by Borg Neto Borges on Thursday, November 16, 2017

Isso é apenas uma apanhado de coisas que já ocorreram, “e os mortos que viram o fim da guerra”, no caso da luta por suas vidas, não tiveram o direito de reclamar. É fato que as noticias relacionadas a ao chamado “caos na saúde que está no imaginário das pessoas” diminuíram, mas não significa que não há problemas a serem resolvidos. E além do Hospital Regional ter sido fechado sob a alegação de reforma e adequação a uma unidade materno – infantil e que a licitação para inicio das reforma sequer ter sido aprovada,  um dos maiores símbolos de como a saúde da cidade é tratada é o Posto Sara, localizado no Parque Infantil, zona norte de Ilhéus. Tendo início da “obra” em  07 de julho de 2016 e com término que estava previsto  na última terça – feira (8), estava orçado como valor da reforma R$ 136.093,32 e valor da ampliação em R$ 171. 143,22, segundo a placa afixada no local. O outrora ponto de apoio para os moradores da zona norte e entorno, hoje se resume a um terreno baldio, cercado por uma barreira de folhas de zinco.

Não há informações recentes sobre uma possível retomada das obras nem de uma possível finalização da reforma, mas “como o Ilheense é um povo que reclama demais”, fica o registro e a esperança de que um dia, seja nessa administração ou na próxima, que isso tome forma.

* O poder público, bem como os setores responsáveis, tem espaço garantido no site, para as suas demandas ou reclamações, se for o caso.

Créditos da imagem e vídeo: Borg Neto Borges

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.