Sesau Ilhéus emite nota de esclarecimento sobre o caso do bebê do Vilela.

“A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Ilhéus vem a público se manifestar a respeito de notícia veiculada nas redes sociais, sobre uma possível falta de atendimento a uma puérpera e a um recém-nascido, residentes no bairro Teotônio Vilela, sendo que a criança veio à óbito. A Sesau lamenta o ocorrido mas destaca que as informações divulgadas nas redes sociais não correspondem aos dados revelados por uma séria e rigorosa apuração dos fatos por parte da nossa equipe técnica. Por este motivo, a fim de esclarecimentos, divulgamos as informações abaixo:

1 – Após a divulgação da notícia, servidores da Secretaria de Saúde mantiveram contato com familiares de puérpera, identificada como Elian, em busca de informações detalhadas sobre o ocorrido;

2 – A prima dela, identificada como Joelma, relatou que a gestante começou a ter contrações por volta das 19 horas de segunda-feira e por volta de 1h15min da madrugada de terça entrou em trabalho de parto, em sua própria residência. A mesma afirma ter ligado para o Samu e obtido a informação de que não havia ambulância disponível para o socorro. Sobre esta informação, informamos que, infelizmente, em função de problemas técnicos da operadora de telefonia OI, uma situação que foge ao nosso controle, as linhas existentes na sede do Samu ficaram mudas de segunda-feira, às 17 horas, até terça, às 9 horas, período em que não era possível o referido contato telefônico. Portanto, não foi registrada negativa ao atendimento por parte do SAMU.

3 – Conforme a apuração, a criança nasceu com a bolsa amniótica íntegra, condição que lhe dificultou a respiração e que, muito provavelmente, contribuiu para o óbito. Caso fosse socorrida com urgência e atendida por profissionais plantonistas da nossa rede, o pior poderia ter sido evitado.

4 – A prima Joelma revela que foi pedido auxílio a um vizinho, por volta das três horas da manhã, quando houve a transferência tardia para o hospital.

Assim, considerando as complexidades do Sistema Único de Saúde (SUS). a Prefeitura de Ilhéus garante que não tem medido esforços para avançar na melhoria do atendimento à população, com a  reforma de 10 postos de saúde, com recursos próprios, visando a recuperação e a ampliação da Rede de Atenção Básica, e o resgate do Programa Mais Médico, do governo federal, medidas que já resultaram, em um ano, no aumento de 17 para 42 por cento a cobertura da Atenção Básica .

Além disso, está em processo de implantação o quarto Pronto Atendimento (PA) 24 horas da zona urbana. Hoje, o prefeito Mário Alexandre assinou a Ordem de Serviço para o início da obra reforma da UBS do Alto do Basílio e, amanhã, dia 5, assina a autorização para recuperação completa da Unidade de Saúde Euler Ázaro, localizada no bairro Teotônio Viela, onde foi registrado o lamentável ocorrido com Ellian e seu filho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *