Ato Ecumênico contra a corrupção marcou o final de semana em Ilhéus

No domingo (03), por volta das 19h30, na Catedral de São Sebastião, um dos cartões postais de Ilhéus,  foi realizado o Ato Ecumênico Contra a Corrupção e a favor da Operação Lava Jato.  O presidente da CDL Ilhéus, Clóvis Junior, fez a convocação nas redes sociais e muitas pessoas compareceram ao ato, que teve as presenças de Padre Paulo Brandão, representando Dom Mauro e a Igreja Católica,  Pastor Alan, representando a Igreja Batista Internacional e os Evangélicos, Mãe Laura, representando o Candomblé e Gabriel Vilar, Arte Mahikari, representando o Espiritismo.

Velas acesas formando o nome “Lava Jato” foram colocadas na escadaria da Catedral de São Sebastião ( Foto: João Barros)

Músicas de protesto, depoimentos e manifestações de apoio à Operação Lavo Jato foram os fatos marcantes na manifestação pacífica. Foram acesas diversas velas formando a palavra – símbolo do ato.

Representantes de entidades civis e religiosas durante o Ato Ecumenico ( Foto: João Barros)

 

 

Mário Cardoso

43 anos, Graduando em Letras pela Universidade Estadual de Santa Cruz, colaborador deste site, administrador dos grupos Ilhéus Empregos e Classificados Ilhéus X Itabuna no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *