Em assembleia, docentes aprovam indicativo de greve na UESC

Em assembleia realizada nesta quarta feira (19) na UESC, os professores aprovaram o indicativo de greve. A categoria reivindica o cumprimento dos direitos trabalhistas, a recomposição salarial e o financiamento adequado para as universidades, mas o governo não negocia a pauta, protocolada desde dezembro de 2016.

O Indicativo de Greve foi uma proposta do Fórum das ADs e já foi aprovado também pelos docentes da UESB. Um calendário de mobilização será discutido durante reunião do FAD, que acontecerá nesta quinta-feira (20), na sede da ADUNEB.

O presidente da ADUSC (Associação de Docentes da UESC), José Luiz de França ressalta que a postura do governo quanto à  retroatividade é um indicativo que a categoria deve seguir intensificando a mobilização. “Apesar do superávit nas contas do estado, o governo continua demonstrando sua disposição em sacrificar os servidores públicos”, afirma França.

Vale lembrar, que o indicativo de greve é uma data para se deflagrar a greve ou iniciar as conversas com os órgãos responsáveis, contudo as datas não são definitivas e podem ser alteradas de acordo com os interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.