Empreender e crescer: Conheça a história de Manoel Franklin

Empreender e crescer é um quadro que irá abordar a história de empreendedores de Ilhéus e região com o intuito de apresentar para a sociedade as dificuldades e superações encontradas por cada indivíduo durante a sua trajetória de vida pessoal e profissional. Estreando esse quadro com Manoel Franklin, um jovem ilheense com 19 anos, designer de bolos, estudante de administração.

“Nasci um espirito de empresário, posso cair, mas levanto e faço melhor. Penso sempre no lado positivo das coisas mesmo existindo a possibilidade do erro. Tenho uma visão além das fronteiras e penso fora do comum. Não fico parado esperando que as coisas venham até mim, levanto e vou correndo buscar. Sou muito novo porem tenho uma grande experiência e sigo errando e acertando constantemente. Pretendo chegar nos meus 25 a 30 anos de idade no meu auge. ”

Foto: Arquivo Pessoal

O nome MANOEL FRANKLIN CONFEITARIA vai ser muito comentado ainda. Pretendo expandir mais meu negócio montando um ateliê e uma linha de cake bike nos principais pontos da cidade e levar esse negócio além das fronteiras de ilhéus.

Ilhéus em Pauta: Como você se vê como Pessoa?
Manoel Franklin: Eu me vejo como uma pessoa determinada acima de tudo. Para atingir meus objetivos é necessário ter foco e persistência. Mesmo caindo eu não me deixo abater e levanto e construo tudo novamente até eu chegar onde almejo chegar e chegarei.

Ilhéus em Pauta: Qual são as suas principais características pessoais mais importantes?
Manoel Franklin: Minhas principais características é pensar além, não quero ser uma pessoa normal, quero ser o diferencial uma pessoa que gera empregos que movimenta a economia do país. Uma pessoa determinada e forte.

Foto: Arquivo Pessoal

Ilhéus em Pauta: Como surgiu a ideia de ser empreendedor?
Manoel Franklin: A ideia de empreender surgiu nos meus 13 anos de idade, desde pequeno eu buscava a independência financeira, pois minha avó não tinha muita condição, então eu vi que eu tinha um talento e poderia usar a meu favor. Fiz alguns doces e deu muito certo, todos gostaram e por conta disso eu conseguia sair com alguns amigos e ter meu próprio dinheiro sem ter que pedir a minha vó. Então comecei a vender doces e salgados na escola, dos meus 13 anos até meus 17 anos. Porem sempre dava pausas pois os donos das cantinas ficavam pirados porque eu sempre quebrava as vendas deles. Risos. Atualmente estou construindo uma carreira bastante solida nesta cidade. Com o nome bastante comentado e uma cartilha de clientes muitos importantes como colcci e outras lojas muito renomadas na região.

Ilhéus em Pauta: Como é que sua empresa começou?
Manoel Franklin: Quando acabei a escola comecei a vender cupcakes pela cidade andando com uma caixa de papelão, fui juntando dinheiro e fiz um investimento em uma cake bike que no início começou bem simples. Ao longo do tempo fiz uma reforma nela e dei uma identidade única a mesma com um projeto desenhado por mim. E daí por diante tenho levado ela para várias exposições e feito um marketing muito grande.

Ilhéus em Pauta: Qual o fator mais importante para o sucesso de sua empresa?
Manoel Franklin: Um fator muito importante para o meu crescimento são as redes sociais. Por meio dela eu exponho os meus produtos de uma maneira melhor e mais “limpa”. Além disso conto a ajuda das digitais influencers da cidade e região. Também tenho parcerias com várias escolas e lojas o negócio está cada vez maior. Tive uma grande sacada ao começar a fazer o meu produto para as pessoas revenderem. Forneço para cantina das principais escolas particulares da cidade e também para bares e lanchonetes.

Foto: Arquivo Pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.