Encontro municipal de cultura vai eleger os representantes das câmaras setoriais

O papel do Conselheiro de Política Cultural é tema do Encontro Municipal de Cultura para a escolha dos representantes das câmaras setoriais, formadas por vinte membros titulares e vinte suplentes. A eleição do Conselho Municipal está programada para o dia 13 de maio, das 14 às 19 horas, no auditório do Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME-Centro), com o apoio da Secretaria de Cultura de Ilhéus.

Do total de representantes, 10 serão das câmaras setoriais ligadas às artes e oriundas da sociedade civil, a exemplo de teatro, música, dança literatura, artes visuais, audiovisual, cultura indígena, culturas afro e popular e patrimônio cultural. Cada uma das câmaras setoriais indica dois representantes (titular e suplente) para mandato de dois anos. Outros 10 membros são escolhidos pelo poder público, ligados às secretarias de Cultura, Educação, Desenvolvimento Social, Turismo, Planejamento, Fazenda e Saúde, além do Gabinete do Prefeito, Superintendência de Meio Ambiente e diretoria de Esportes.

O Conselho de Cultura é órgão fiscalizador, consultivo, propositivo e normativo de gestão municipal. O conselheiro de cultura é responsável pelo acompanhamento e fiscalização de projetos financiados com recursos do Fundo Municipal de Cultura, e pelo cumprimento das metas do Plano Municipal de Cultura. Além disso, atua na elaboração e aprovação dos planos setoriais, aprecia e aprova as diretrizes do Fundo de Cultura e manifesta-se sobre a aplicação de recursos provenientes de transferências entre os entes da federação.

O gestor de cultura, Pawlo Cidade, opinou que “é preciso pensar o conselho como possibilidade de partilhar poder. Mas, para isso, precisamos ter agentes qualificados, preparados e comprometidos com a cultura do nosso município”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *