Governo de Mário Alexandre cogita privatizar a Casa de Jorge Amado

Por Jonildo Glória: 

O Secretário de Turismo e Esportes de Ilhéus, Roberto Lobão, está convencendo ao prefeito Mário Alexandre sobre as “vantagens” da PRIVATIZAÇÃO DA CASA DE CULTURA JORGE AMADO. A maldita ideia foi plantada por um dos assessores importados pela Secretaria Municipal de Turismo. O argumento do Lobão é que o município de Ilhéus não tem como manter a casa.
O ilustre secretário, por não conhecer a cidade, muitos menos as suas leis, não sabe que a casa foi doada ao município pela família Amado e, numa das cláusulas está o impedimento de transferência do patrimônio à terceiros.
A ingerência do secretário municipal de Turismo nesta área se dá porque, por estranha maldade do prefeito Mário Alexandre, antes da sua posse, anexou a Secretaria de Cultura a de Turismo. Desta forma Ilhéus não tem Secretaria de Turismo, Secretaria de Cultura e Secretaria de Esporte. O “supersecretário” foi escolhido pelo Prefeito e apresentado como uma sumidade na área.
 Nota-se! pelo visto a transação, se autorizada pelo Prefeito Mário Alexandre, já tem pretendente certo. Negócio é rentável, afinal envolve nome e patrimônio de um dos maiores escritores do Brasil, Jorge Amado.
 Mas não fica por aí: o interessado está de olho nos dois prédios; a casa que foi de propriedade de João Amado de Faria, pai do escritor, e o prédio onde funcionava a extinta Fundação Cultura de Ilhéus. Nesse prédio está o auditório Sosígenes Costa.
Cabe lembrar que a casa onde adolesceu o escritor Jorge Amado foi doada pela família Amado a Ilhéus. Deve estar integrada ao patrimônio cultural da Bahia. Não deve estar restrita aos quatro cantos de uma cidade. |Deve portanto, estar aberta ao mundo e deve ser administrada pelos seus verdadeiros proprietários: Os ilheenses.

Marcos Paulo Pinheiro

27 anos, graduado em Comunicação Social com habilitação em Rádio e Televisão pela Universidade Estadual de Santa Cruz, tem experiência em Marketing Digital, é Editor e Repórter deste site, foi Produtor, Repórter, Social Mídia e Coordenador Administrativo da Rádio UESC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *