Ilhéus: Volume de chuvas deixa estragos na cidade e Defesa Civil alerta a população

Com as fortes precipitações ocorridas nas primeiras horas desta quarta-feira (12), choveu o equivalente à média esperada para uma semana no município, de acordo com os dados do monitoramento do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Em Ilhéus, foi registrado nas últimas 24 horas, o índice pluviômetro de 55 milímetros e o clima de medo sobreveio nos moradores que residem em áreas de risco. Em condições normais, o volume correspondente do mês é de 240 milímetros. Segundo a Defesa Civil, as chuvas causaram transtornos em vários bairros. No Alto da Tapera, localidade sob constantes alertas, houve desabamento do muro de uma casa. O órgão civil segue em alerta durante os próximos dias.

No bairro Teotônio Vilela, zona oeste, houve alagamentos em diversas ruas do bairro. Alagamentos também na zona sul. Os bairros Nossa Senhora da Vitória e Loteamento Faelba, estão entre os mais atingidos. Já na zona norte, quatro famílias tiveram suas casas alagadas. Ainda na zona norte, foi registrada pelo órgão, queda de árvores na altura da avenida Ubaitaba e na rodovia Ilhéus-Itabuna, próximo ao bairro Banco da Vitória. Houve registro também de deslizamento de terra que atingiu um imóvel na altura da Rua do Cano, na Avenida Esperança. O trânsito ficou congestionado nas principais artérias por cerca de uma hora e meia.

Estado de alerta – Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), poderão ocorrer pancadas de chuva localizadas, que podem ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia. O coordenador da Defesa Civil no município, Joandre Neres disse que “o estado de alerta leva em consideração a previsão, o que preocupa moradores e autoridades. A preocupação maior agora é com os imóveis que se encontram nas áreas de risco”, salienta.

O coordenador solicita aos moradores que atualmente ocupam áreas de risco e que foram contemplados no programa Minha Casa, Minha Vida no município, que procurem deixar os imóveis notificados e se mudem para as novas moradias. A Defesa Civil no município disponibiliza um plantão para atender a população em situações de risco. A população que necessitar de ajuda deve acionar a Defesa Civil pelo fone (73) 988362753.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *