Programa de requalificação asfáltica já chegou ao centro comercial de Ilhéus

tividades foram realizadas na Avenida Oswaldo Cruz, no Bairro Cidade Nova. Esta semana, as equipes atuam nas ruas Visconde de Mauá, Bento Berilo e Tiradentes, na zona central, executando a fresagem e o recapeamento asfáltico.

Resultado de parceria entre a Prefeitura de Ilhéus e o Governo da Bahia, o programa já realizou os serviços na Travessa Nossa Senhora das Graças e nas Avenidas Luiz Eduardo Magalhães e Antonio Carlos Magalhães, no Bairro do Malhado.  Segundo informação do gerente de Engenharia e Fiscalização de Obras da secretaria de Infraestrutura, Transportes e Trânsito (Seintra), Joelito Rezende Júnior, na Avenida Luiz Eduardo Magalhães (Litorânea Norte) foi necessário executar a recuperação da rede de drenagem.

Conforme cálculo de técnicos da Seintra, cerca de 30 por cento do programa Asfalto Legal está concluído. O engenheiro Joelito Rezende Júnior explica que todas as ruas e avenidas contempladas com o serviço receberão a pintura de sinalização horizontal de trânsito.

O próximo passo do trabalho será a execução dos serviços na Praça Cairu, no coração da cidade. O diretor de Obras Públicas da Seintra, Gunnar Rios, salienta que antes da aplicação da nova camada de asfalto terá que ser feita a regularização do sistema de drenagem no entorno da Praça Cairu.

Drenagem – Gunnar Rios explica também que, além de recuperar a rede de drenagem em vários trechos da cidade, a execução do Programa Asfalto Legal precedeu a um entendimento entre a Prefeitura de Ilhéus e a Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento), já que as duas instituições possuem redes de passagem de drenagem distintas.

Rios disse que no início do trabalho de recapeamento foi identificado o desnivelamento do asfalto nos locais onde há poços de visita (PV) da Embasa, instalações por onde se pode ter acesso às redes de serviços subterrâneos de esgoto. “Como esses PVs estavam desnivelados, quando os carros transitam eles sofrem o impacto do desnível. Na verdade, não eram buracos e sim PVs. Nesse sentido, firmamos uma parceria com a Embasa, e eles vão levantar os PVs deles, deixando-os nivelados de acordo com a pavimentação asfáltica, e nós, consequentemente, iremos fazer a mesma coisa”, salienta o engenheiro.

Marcos Paulo Pinheiro

28 anos, graduado em Comunicação Social com habilitação em Rádio e Televisão pela Universidade Estadual de Santa Cruz, tem experiência em Marketing Digital, é Editor e Repórter deste site, foi Produtor, Repórter, Social Mídia e Coordenador Administrativo da Rádio UESC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.