Saúde: Vídeo denuncia que equipamentos do HGLVF estão sendo transferidos para Hospital de Ilhéus.

Em vídeo recebido na manhã deste sábado (10) pelo Ilhéus em Pauta, denuncia uma movimentação na lateral do Hospital de Ilhéus, situado no bairro Cidade Nova. Nele mostra funcionários da unidade, que é particular, fazendo limpeza em macas que vieram do HGLVF (Regional), hospital público, e que naturalmente, como sugere as imagens, está sendo direcionados para uso naquela unidade hospitalar.

Não há nenhuma informação, a não ser pelos canais oficiais, de alguma noticia ou declaração que fazia parte do pacote firmado de R$ 5 milhões de reais destinados ao Hospital de Ilhéus, que equipamentos e maquinário de um hospital público seriam usados (cedidos, doados, emprestados ou o que seja) em um hospital particular.

 

Até que algum orgão oficial justifique ou esclareça o porque dessa movimentação, o video nas redes sociais e em especial o WhatsApp, gerou repercussão e questionamentos e por enquanto, sem resposta. João Barros, advogado e considerado por muitos o “Bolsonaro Baiano” (dado ao seu posicionamento e firmeza em questões pontuais que acontecem na região e em Ilhéus especificamente),  deu um depoimento ao Ilhéus em Pauta sobre o seu ponto de vista, tanto da denuncia em vídeo, como a real situação da saúde na cidade:

As pessoas precisam saber o que está por trás do fechamento do HGLVF. Será verdade que é uma manobra para possibilitar que o dinheiro destinado ao importante Regional fique “vagando” nas mãos de políticos para ser usado em campanha política? Será verdade que a manobra de fechamento do Regional é para possibilitar que o dinheiro que antes era destinado ao regional fosse usado em aluguéis superfaturados? É verdade que os bens do regional estão sendo “doados” ao hospital particular parceiro do município de Ilhéus e Estado da Bahia? De fato só temos essa denúncia mostrando bens do Hospital Regional sendo entregues no hospital particular “Hospital de Ilhéus” – relatou indignado com a situação, o advogado.

Até que a Prefeitura de Ilhéus ou algum órgão ou representante esclarecer sobre esse fato, dentre outros tantos que já ocorreram sobre a questão da saúde na cidade, nesse caso, essa denuncia em vídeo, será mais uma daquelas questões que pelo menos por enquanto, ficarão sem resposta.

O poder público, bem como seus representantes, tem espaço garantido no site, para as suas demandas ou esclarecimentos, se assim o desejar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *