Vanessa da Mata reabre Concha Acústica de Ilhéus e se encanta com a cidade

A cantora Vanessa da Mata realizou o show especial de reabertura da Concha Acústica de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes, na noite de sexta-feira, 15, com seu novo espetáculo Caixinha de Música. Milhares de pessoas prestigiaram o evento, uma iniciativa do Governo da Bahia e a Prefeitura Municipal, que contou com a presença do governador Rui Costa, prefeito Mário Alexandre e o vice-prefeito José Nazal. Além do show, encantada com a cidade, Vanessa visitou o novo Hospital Costa do Cacau e fez gravações em diversos pontos turísticos, cujas imagens serão aproveitadas em seus trabalhos e postadas nas redes sociais.

Situada entre o Porto de Ilhéus e o Centro de Convenções, a Concha Acústica é o maior equipamento cultural público da cidade, com capacidade para quase 15 mil pessoas. Inaugurado em novembro de 1988, o espaço foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx na ideia de reurbanização da Avenida Soares Lopes. Mas, nos últimos anos, o equipamento ficou obsoleto.

Agora, no processo de revitalização do equipamento, a Prefeitura e o governo do Estado estudam integrar a Concha ao Centro de Convenções, e ampliar a dimensão multicultural do espaço, que passa a ser gerido pela secretaria municipal de Turismo e Esportes. “Vemos isso de forma muito positiva. A Concha é bem localizada e facilita a realização de eventos corporativos, aliados à parte de entretenimento. É um importante vetor de atração cultural e desenvolvimento para o município”, disse o secretário de Turismo, Roberto Lobão.

Para o coordenador secretaria de Cultura, Pawlo Cidade, “a Concha Acústica é um dos espaços culturais mais propícios para shows de grande porte, pois tem estrutura, estacionamento, espaço e está localizada num dos pontos mais privilegiados da cidade”.

Vanessa – O show de Vanessa da Mata na Concha Acústica foi tranquilo e bonito, a ponto de a cantora fazer três bis, algo inédito em suas apresentações. Caixinha de Música é o segundo DVD de sua carreira, no qual ela traz interferências da música eletrônica incorporando ao som orgânico de um trio de músicos. O projeto conta com quatro músicas inéditas e mais de 20 grandes sucessos da artista. Após o espetáculo, ela disse que gostou do show, da receptividade e interatividade do público.

“A poesia e os versos fortes de Vanessa da Mata transformam suas canções em melodias inesquecíveis. Seu show foi um desses momentos em que você não sabe se está ouvindo poesia ou música. Com Vanessa, essas duas artes se coadunam e se engrandecem”, declarou o escritor e coordenador cultural Pawlo Cidade.

Durante a estada em Ilhéus, Vanessa da Mata declarou que gostou muito da cidade e ficou encantada com a relação próxima com o chocolate. Ela aproveitou e gravou em pontos turísticos como o Espaço Bataclan, a Catedral de São Sebastião, na Casa de Cultura Jorge Amado, na praia de Águas de Olivença e também na Fazenda Provisão, situada à margem da rodovia Ilhéus-Uruçuca.

O produtor da cantora, Mauricio Pacheco, manteve contato com a secretaria de Cultura e disse sobre a vontade de Vanessa da Mata em fazer um material sobre pontos culturais de Ilhéus,  as praias, além de conhecer melhor sobre história do cacau ao chocolate. Assim, o prefeito Mário Alexandre determinou que fosse dado o suporte necessário à artista.

De acordo com o coordenador de Patrimônio e Inclusão Cultural da Secult, Aírton de Carvalho, que acompanhou a cantora e sua equipe, ela procurou saber de tudo sobre cacau, do esplendor à crise, sobre a vassoura de bruxa e o chocolate, que é uma grande paixão da sua vida. A ideia de Vanessa da Mata é editar vídeos e postar nas redes sociais, onde conta com mais de dois milhões de seguidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.