Em Itabuna, campanha de vacinação H1N1 atingiu 87% da meta

Mesmo tendo tido o seu encerramento prorrogado duas vezes pelo Ministério da Saúde e tendo empreendido esforços para atingir a meta, a Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna chegou bem perto do resultado esperado, que é de 90%. Em toda a Bahia, a campanha chegou a atingir 87,82%, sendo que foram aplicadas, no total, quase 2,7 milhões de doses. Em Itabuna, a meta se estabeleceu em 87,71%, tendo sido aplicadas pouco mais de 41 mil doses. Por esse motivo, seguindo as novas recomendações do Ministério da Saúde, a aplicação das doses continuará nos próximos dias nos postos de saúde, dessa vez buscando-se atingir um grupo maior de pessoas. A quantidade de doses disponíveis, no entanto, é pequena.

A coordenadora da Rede de Frios de Itabuna, Camila Brito, explica que “o fato de não termos conseguido atingir a meta de 90% nos grupos de crianças e gestantes, o município ficou com esse índice de quase 88%. O ideal é que vacinássemos 47.866 pessoas”, ratificou a coordenadora.

Até terminar os estoques das vacinas, o Ministério da Saúde determinou que, a partir de agora, sejam vacinadas também crianças com idade entre 5 e 9 anos e adultos com idade entre 50 e 59 anos. Pela perspectiva dos organizadores, no entanto, a quantidade disponível deva terminar até a próxima sexta-feira (6).

Na Bahia, subiram os números de casos confirmados de H1N1. Até o dia 23 de junho, foram confirmados 206 casos, sendo que, desses, 27 vieram a óbito. Salvador lidera os índices de mortes, com 13 confirmações. Em seguida, vem as cidades de Apuarema, Camaçari, Feira de Santana, Irará, Juazeiro, Lauro de Freitas, Monte Santo, Morro do Chapéu, Retirolândia, Saúde, Sapeaçu, Serrinha, Uruçuca e Vitória da Conquista, uma ocorrência em cada cidade. 29,25% das mortes prevalecem entre idosos (pessoas com idade acima dos 70 anos) e crianças com idade inferior a 5 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.