Ilhéus e Porto Seguro são responsáveis por 30% da destruição da Mata Atlântica na região entre 2015 e 2016

Entre os anos de 2015 e 2016, houve um aumento de 57,7% em relação ao período anterior no desmatamento na Mata Atlântica, com a perda de 29.075 hectares, sendo a anterior 18.433 hectares. Esse número foi divulgado pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). Nesse período, 12.288 hectares foram desmatados e a Bahia foi o estado onde houve mais devastação. Liderando o ranking​, estão  Santa Cruz Cabrália e Belmonte que desmataram mais de 5 mil hectares juntas.
Somando os desmatamentos identificados em Porto Seguro e Ilhéus, ocorreu nessas cidades cerca de 30% da destruição do bioma na região.

Lívia Carvalho

Bacharela em Comunicação Social (rádio e televisão) pela Universidade Estadual de Santa Cruz e pós-graduanda em Gestão Cultural pela mesma Universidade. Atuou como repórter durante 2 anos no jornal impresso Folha de Quaraí (Rio Grande do Sul) e 1 ano como apresentadora na Rádio UESC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *